A ansiedade é a união infeliz do corpo e da mente. Quanto mais ansiedade você sente, mais seu corpo externaliza isso, através de diarreia, náuseas, dores no peito e aceleração cardíaca.

Definida como um ‘medo generalizado’, algumas pessoas sofrem de ansiedade durante todo o dia, sentindo-se assustadas o tempo todo, e isso não é uma maneira agradável de se viver.

Um ataque de ansiedade ou pânico acontece de uma hora para outra.
A dor e o medo são tão intensos, que muitas vezes se confundem com ataque cardíaco.

Sintomas

    • Tensão muscular, especialmente ao redor do pescoço e mandíbula
    • Insônia
    • Tremor
    • Suor, principalmente nas palmas das mãos e axilas
    • Sentimento de apreensão, desânimo e desamparo
    • Palpitação
    • Incerteza
    • Respiração superficial e descompassada
    • Diarreia
    • Náusea
    • Refluxo

A Causa

– O condutor bioquímico da ansiedade é o hormônio da adrenalina (emitido pelas glândulas Supra- Renais), liberado em resposta ao estresse.

Um fator estressante pode vir de: uma exigência no trabalho, sentimento de culpa, alguma infecção, uma lesão no esporte ou mesmo um dia excessivamente quente.

– Genética pode ser um fator, pais ansiosos geram crianças ansiosas. Mas se essa ansiedade é gerada por genética ou pelo ambiente, ainda gera debates.

– A falta de sono devido à insônia ou por trabalhar ou estudar à noite, pode causar ou agravar a ansiedade.

– Ansiedade como sintoma de uma doença ou efeito colateral físico ou mental por medicação.

– Trauma como acidente de carro ou morte de parentes ou amigos pode provocar a ansiedade.

– Alterações hormonais incluindo tensão pré-menstrual e menopausa pode aumentar os sentimentos de ansiedade.

– Ansiedade é muitas vezes sentida por pessoas que estão em abstinência de drogas, álcool ou cigarro.

O que Fazer

Embora seja importante um acompanhamento médico, a diminuição de estimulantes para acalmar os nervos ajuda bastante. A coisa mais importante ainda é encontrar uma forma para que seu corpo se acalme.

Quando seu corpo físico está calmo, sua mente vai seguir o exemplo. Isso é fundamental para ajudar a aliviar o horror que é a ansiedade. Encontre uma técnica ou método que funcione para você e use constantemente.

rescueremedy20cup

Alimentação

Durante as crises de ansiedade, o corpo é colocado em alerta vermelho, que é inundado com hormônios do estresse e atividades não essenciais, tais como digestão, são desligados.

Se a crise perdurar por semanas, coma pequenas porções de alimentos de fácil digestão.

  • Evite cafeína, pois aumenta a liberação de adrenalina.
  • Reduza ou evite o álcool, pois ele pode sufocar os sentimentos de ansiedade, momentaneamente, mas no dia seguinte a crise virá mais intensa.
  • Alimentos doces ajudam durante as crises mais curtas, chá de ervas com mel também é super indicado.
  • Escolha alimentos calmantes – arroz integral, aveia, sopa de cenoura com nabo e batatas.

Os Florais de Bach indicados

Mim Beim, ND
Naturopata e Terapeuta Natural
Escritora