Medo

É o estado emocional que surge em resposta a consciência perante uma situação de eventual perigo.

A ideia do sentimento de ameaça faz com que o cérebro ative involuntariamente uma série de compostos químicos que provocam reações que caracterizam o medo.

Aumento do batimento cardíaco, contração muscular, aceleração da respiração são algumas das características físicas desencadeadas pelo medo, que preparam o corpo para a luta ou para a fuga.

A pressão sanguínea se eleva e o fígado é estimulado por uma quantidade maior de açúcar no sangue, desta forma seus músculos são supridos de uma carga adequada de energia para que possa lidar com as demandas de tal situação, enquanto isso duas pequenas glândulas situadas acima dos seus rins (supra renais) despejam em seu sangue uma substancia chamada adrenalina, isso provoca uma ação imediata sobre seus nervos terminais, tornando-os mais sensíveis – de maneira que seus olhos tenham as pupilas dilatadas pelos nervos que as controlam, provocando um aumento considerável em seu campo de visão, tudo isso pra estar apto para lutar ou fugir. (Robinson 1948 – Shirley Price)

Quando seu corpo não desliga o sistema de alerta ao medo, o estresse se instala, pois, seu corpo não se desliga.

Os sinônimos de medo (Shirley Price descreve bem em seu livro – criando uma Escala de emoções cap.7 pg. 157)
– susto – fobia – pavor – covardia – horror – temor – receio

O Dr. Bach e o Grupo das pessoas que sentem medo

Dr. Bach observou que a humanidade é dividida em tipos diferentes de comportamento, e num momento maior de inspiração percebeu que as pessoas de um mesmo tipo não teriam obrigatoriamente as mesmas doenças, mas reagiriam da mesma forma a qualquer doença que tivessem. (Mara e Celso Paroni em seu livro Aprenda a ser feliz com os florais de Bach)
Dividiu as pessoas em 7 grupos relacionando cada floral a um tipo de sofrimento, sendo que o primeiro que criou foi o Grupo do Medo

”Todo medo deve ser banido, nuca deveria existir na mente humana, e só é possível quando perdemos de vista a Divindade. É algo estranho a nós porque somos filhos do Criador, centelhas da Vida Divina, invencíveis, indestrutíveis e imbatíveis.” Dr. Bach

Mimulus (Mimulus guttatus)

Sofrimento: Medos conhecidos, concretos, timidez

Efeito positivo do Floral:  Vai trazer coragem para desfrutar a vida sem medo, enfrentando experiências e dificuldades, trará facilidade em falar com os outros.

Rock Rose (Helianthemum Nummularium)

Sofrimento: terror e pânico

Efeito positivo: resgate do estado mental de calma, coragem e presença de espírito, com pensamento de paz, com o pavor colocado em suas reais dimensões para que numa situação de emergência a pessoa aja esquecendo de si mesma.

Cherry Plum (Prunus cerassifera)

Sofrimento: medo de perder o controle físico, mental e emocional

Efeito positivo: restaura a calma e a razão, trazendo lucidez e auto controle

Aspen (Populus tremula)

Sofrimento: medos e preocupações de origem desconhecida. Presságios e pressentimentos indefinidos.

Efeito positivo: trará a conscientização do medo para que a pessoa possa enfrentá-lo, libertando-se dele, traz coragem para desvelar ou clarear o que está no inconsciente, estado de paz interior

Red Chestnut (Aesculus carnea)

Sofrimento: medo ou preocupação que aconteça algo ruim com entes queridos, preocupam-se demais com problemas dos outros.

Potencial positivo: desperta o lado positivo, ou seja, bons pensamentos, pensamento protetor para os entes queridos.

A capacidade de cuidar do outro com compaixão, mas sem ansiedade. Irradiar pensamentos de saúde e coragem para os que deles necessitam e permaneçam física e mentalmente calmas durante emergências

Óleos essências que estimulam a coragem:

O Chakra Básico

Obs: estas breves indicações dão uma ideia do objetivo de cada Floral. Em casos mais complexos procure um Terapeuta Floral ou um profissional da área. Sempre consulte seu médico antes.

Os Florais de Bach Originais não substituem o tratamento médico. Eles o complementam.